Vieiros

Vieiros de meu Perfil


Concha Rousia

Mijam por Nós...

09:30 08/10/2008

-Mijam por nós e dizem que bebamos!

  • Mijam por nós e dizem que bebamos!
  • Assim não é que como se diz...
  • Pois não, dizer não dizem, ou dizem só com a boca pequena... porque por cima de mentireiros são uns cobardes...
  • Não, a cousa sempre foi: “Mijam por nós e dizem que chove”
  • Isso era antes, quando a água era água, e a gente bebia nas fontes...
  • E então? O que terá a ver onde a gente beba, ou deixe de beber, com os ditados populares!
  • E logo não vai ter! É claro que tem...! Porque antes a gente não comprava água engarrafada, e então não lhe podiam meter as cousas por ali...
  • Por ali?
  • Sim, por ali mesmo; ou por onde lhas deram empurrado!
  • Ah! por isso havia que usar a chuva... claro, claro...
  • Vejo que vais percebendo...
  • Hom... pois também não me parece tão difícil de ver o que nos querem meter... a mim, caralho, se che digo verdade, já me dava no nariz...
  • Pois tem cuidado onde che dão, porque as águas essas dizem que levam minerais...
  • E não hão-de levar! Levam oh! Levam uns minerais grandes que nem o demo, levam rodas de moinhos...
  • Querem-nos partir as ventas!
  • ...
E chega o terceiro que, para não perder aquele costume, passa algo despistado...
  • Não querem partir nada, só defendem a política do 50-50... do fifty-fifty.
  • Ai sim?! Então nos também lhes podemos mijar a eles na boca?
  • Boh! O que terá a ver a água com mijar...?
  • Pois tem-no tudo! Que para mijar primeiro terás de beber...
  • Isso digo eu!
  • Boh! Vós não entendeis nada do que vai a cousa!
  • Nós não, mas sabemos de que água não beber...
  • Sabemos oh! E sabemos também que... “água que não hás-de beber hás-de deixá-la correr”
  • Melhor será logo não a comprar...
  • Sim ademais aforras, que barata não é...
  • Será polos minerais esses, com forma de roda, que têm de meter nas garrafinhas...
  • Mulher, ou por isso ou porque querem ganhar muito, como nos puti-clubs!
  • Pois olha, agora que o dizes... há uns dias muito falaram dum clube desses de Vigo...
  • É certo... um que seica é para gente de fora que só entende castelhano...
  • Pois olha, a mim por ai não ma metem...!
  • E para mais quadrada...
  • Pois logo caralho, que a bebam eles!

3.24/5 (46 votos)


Sen comentarios

Novo comentario

É preciso que te rexistres para poder participar en Vieiros. Desde a páxina de entrada podes crear o teu Vieiros.

Se xa tes o teu nome en Vieiros, podes acceder dende aquí:



Concha Rousia

Concha Rousia nasceu em 1962 em Covas, uma pequena aldeia no sul da Galiza. É psicoterapeuta na comarca de Compostela. No 2004 ganhou o Prémio de Narrativa do Concelho de Marim. Tem publicado poemas e relatos em diversas revistas galegas como Agália ou A Folha da Fouce. Fez parte da equipa fundadora da revista cultural "A Regueifa". Colabora em diversos jornais galegos. O seu primeiro romance As sete fontes, foi publicado em formato e-book pola editora digital portuguesa ArcosOnline. Recentemente, em 2006, ganhou o Certame Literário Feminista do Condado. »



Anteriores...